Atendimento:
(18) 3654-2210
Telemarketing: “Santa Casa Viva” contribui para o funcionamento do hospital   - 16/12/2015

 

Hospital pede a colaboração da comunidade para conseguir mais adesões ao programa

O serviço de telemarketing da Santa Casa de Misericórdia de Penápolis completou cinco meses de funcionamento e já conseguiu uma arrecadação de mais de R$6.200 mensais para o hospital, através do programa “Santa Casa Viva”. Esse recurso é de extrema importância para a manutenção do hospital que ainda enfrenta grave crise financeira, com situação de déficit mensal. 
O programa “Santa Casa Viva” consiste na doação mensal e voluntária de qualquer quantia para o hospital. O munícipe interessado em fazer a sua colaboração, assina o termo de adesão ao programa e o valor destinado ao hospital vem incluso na conta de água, por meio de parceria com o Daep (Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis), que repassa a quantia para a Santa Casa. 
Com a proximidade das datas festivas de final de ano, quando as pessoas estão viajando em férias, ou envolvidas com festas familiares, a Santa Casa prevê uma queda do número de adesões no programa “Santa Casa Viva”. 
“Sabemos que nesta época do ano, todos estão envolvidos com seus familiares e visitantes, mas fazemos um apelo para que a população de Penápolis e região não deixe de ajudar nosso hospital, que precisa dessa doação mensal para se manter”, disse a gestora hospitalar, Renata Cristina Vidal. 
De acordo com ela, a equipe do serviço de telemarketing vai continuar o trabalho de ligar nas residências, a procura de pessoas interessadas em aderir ao programa, ou então aumentar o valor da quantia doada, para aquelas pessoas que já aderiram. “Esperamos mais uma vez, contar com a colaboração dos moradores que têm grande carinho e respeito pela nossa Santa Casa, que acolhe todos que precisam”, disse Renata.

Arrecadação 
A gestora hospital da Santa Casa comenta que até o mês de agosto, o hospital contava com a doação mensal de R$6 mil por meio do programa. “Em apenas cinco meses de implantação do serviço de telemarketing, conseguimos mais adesões de pessoas dispostas a colaborar com a Santa Casa, o que representou a doação mensal de mais R$6.200 para o hospital. Ou seja, em cinco meses de telemarketing, conseguimos mais que dobrar o valor em arrecadação com o programa Santa Casa Viva”, analisou. 
“Nosso objetivo é conseguir mais adesões e manter em funcionamento esse hospital que também é referência para as cidades da região”, disse Renata Vidal.

Abordagem 
As profissionais do telemarketing também se revezam em ações de abordagem pessoal com os munícipes em pontos estratégicos, como por exemplo, o Paço Municipal, quando elas conversam pessoalmente com os munícipes sobre o programa e conseguem mais adesões. O serviço de telemarketing e abordagem é feito pelas profissionais Sabrina Peres (supervisora), Elsa Rodrigues e Aracelis Ramiro (operadoras). 
Além do serviço de telemarketing e abordagem pessoal, o hospital também contou com apoio do prefeito Célio de Oliveira que realizou diversas campanhas na rádio Difusora para conseguir mais adesões ao programa “Santa Casa Viva”.



Confiram as fotos





Copyritght 2013 - Santa Casa de Penápolis - Todos os direitos Reservados
Irmandade Santa Casa de Misericórdia de Penápolis